Onde comer em Singapura
 Satay, um clássico da culinária do Sudeste Asiático.

Satay, um clássico da culinária do Sudeste Asiático.

Onde comer em Singapura

Não é difícil se surpreender com a variedade gastronômica de um país tão cosmopolita e diversificado, portanto encontrar onde comer em Singapura não é uma tarefa difícil. São tantos bons restaurantes de classe excepcional!

Apesar disso, acredito que muita gente viaja para experimentar novas cozinhas, e melhor ainda se as descobertas forem autênticas, portanto, se o seu interesse for "comer local" e descobrir novos sabores, este post é pra você!

Como muitos sabem, Singapura é um paraíso multicultural formado por 3 etnias principais (chineses, malaios, indianos) além de 29% de expatriados...

Mas o país com o custo de vida mais alto do mundo e a maior concentração de milionários por metro quadrado pode inibir os visitantes.

Ultimamente tenho lido alguns posts na internet, a maioria escrito por turistas, de como seria "caro" comer em Singapura.

Apesar disso, não é o que tenho constatado no dia-a-dia durante estes 3 anos em que estou morando aqui. 

Com todo o conhecimento de causa posso afirmar que sai bem mais barato comer fora em Singapura do que em cidades como Paris ou Londres.

Obs. Sim eu morei muitos anos em Paris e tenho família em Londres, portanto sei do que estou falando, mas se mesmo assim você duvidar, dê uma olhadinha no site Expatistan! 😉

 Chinatown em Singapura. Foto: Patti Neves

Chinatown em Singapura. Foto: Patti Neves

A arte de comer bem em Singapura

A regra número 1 da arte de comer bem em qualquer lugar é sempre acompanhar os locais e obviamente evitar comer em áreas turísticas.

Restaurantes em áreas turísticas usam ingredientes baratos (pois eles não precisam fazer esforço) e são mestres em tapear aqueles estrangeiros bobinhos, dispostos à pagar qualquer preço.

Apesar disso, é difícil comer mal em Singapura.

Há alguns anos, o desenvolvimento da gastronomia foi implementada como um incentivo governamental. E hoje a cidade-estado é um destino gastronômico "world class”!

Chefes europeus foram convidados a se instalar no país e a qualidade da comida passou à outro nível. 

Como toda expertise tem um preço, restaurantes franceses, italianos e espanhóis geralmente estão entre os mais caros da cidade-estado.

 The Clifford pier, assunto para outro post. Foto: Patti Neves

The Clifford pier, assunto para outro post. Foto: Patti Neves

Mas calma! De todo jeito ninguém vem até aqui pra experimentar comida européia...

E mesmo se fosse o caso, existem boas pizzarias (ex. DaPaolo) ou redes alemãs (Brotzeit) à preços razoáveis.

E saiba que se a sua intenção for comer "o mais barato possível" você encontrará opções do Sudeste Asiático a preços tão baixos quanto 3 US$.

Em se tratando de comida chinesa, indiana e malaia os famosos hawkers centers (barraquinhas de comida de rua) tem preços imbatíveis. 

Existe um hawker em praticamente em cada bairro e o mais famoso deles é o central Lau Pa Sat, um mercado noturno aberto 24h.

Mas se você está pensando em fugir da comida de rua, e quer evitar os excessos dos restaurantes super fancy, estou recomendando abaixo 8 opções intermediárias para o visitante cabeça-aberta interessado em aprender um pouquinho mais sobre a cultura de Singa.

Ps. Testei todos pessoalmente e essa é a lista que indico aos amigos e familiares de passagem. A média de preços fica entre US$ 10-15. 

 

8 Restaurantes bons e baratos em Singapura

 

1. Malásia (The Coconut Club) 

O Coconut club, agraciado pelo “Bib’s Gourmand” do Michelin (sistema de classificação francesa de restaurantes), entrou esse ano entre os 50 melhores de Singapura nessa categoria mais simples.

 Geralmente o lugar não desaponta o pessoalzinho que sai na Sexta-Feira e vai direto para o Happy Hour da Club Street.

 Nasi Lemak. Foto: Coconut Club

Nasi Lemak. Foto: Coconut Club

O prato mais famoso é o clássico Nasi Lemak, um prato à base de arroz aromático cozido em leite de coco e folha de pandan.

Normalemente servido com frango frito, ovo e uns peixinhos fritos crocantes (que eu não sei o nome), eu confesso ser incapaz de comê-lo no café da manhã - como é o costume na Malásia.

A única dica é chegar no começo da noite (ou bem mais tarde, após horas normais de jantar). Eles não aceitam reservas e a fila às vezes assusta.

Onde: Coconut Club - No. 6 Ann Siang Hill - Singapore, 069787

 

2. India (Mustard)

Recomendado pela TimeOut Singapore - e pertinho do maluco Mustafá center (Little India), o Mustard é um restaurante que frequentamos regularmente.

 Neer dosa, kundapur style. Wikimedia

Neer dosa, kundapur style. Wikimedia

Reconhecido pela comida Bengali, o Mustard é na verdade um bom lugar para experimentar especialidades regionais de quase todos os estados da India.

O cardápio é bem variado (e dividido por regiões). 

Eles são famosos pelos camarões ao curry de coco (servido dentro de um coco) e o macher paturi, filé marinado em pasta de mostarda.

Onde: Mustard - 32 Race Course Road Singapore 218552 

 

 3. Taiwan (Din Tai Fung)

Um clássico entre os expatriados, é difícil encontrar alguém que more aqui que já não arrastou amigos e parentes para o Dim Sum mais famoso da cidade.

São várias unidades do Din Tai Fung em Singapura, mas nós gostamos bastante daquele do Paragon (Orchard). 

As especialidades: xiaolongbao (steamed dumplings) e cozinha de Huaiyang (China).

 Dim sum, servido no Xiaolong. Foto: Pixabay

Dim sum, servido no Xiaolong. Foto: Pixabay

Os raviolis no vapor são geralmente preparados no xiaolong (aquela cestinha de bambu).

Um verdadeiro "must try" em Singapura!

Onde: Din Tai Fung - 290 Orchard Road, 238859

 

4. China (Hong Kong Chicken Rice & Noodles)

Boa parte das especialidades de Singapura tem influência Haianesa.

Eu confesso que não tinha muita familiaridade com essa ilha chinesa até vir morar nessa parte do mundo. O haianese chicken rice está entre os pratos típicos principais de Singapura.

Mais recentemente, o "chicken rice" e o "noodles soya sauce" do Hawker Chan viraram o país de cabeça pra baixo.

Antes dele, nenhum vendedor de rua havia sido agraciado com uma estrela Michelin!

Ps: para entender mais sobre os sistema de estrelas da Michelin, leia este artigo.

 Fachada do hawker Chan em Chinatown. Foto: Patti Neves

Fachada do hawker Chan em Chinatown. Foto: Patti Neves

O char siew rice e char siew noodles (arroz e noodles com porco, respectivamente) são vendidos aos  inacreditáveis preços de US$ 2,50 e US$ 3.

Um frango inteiro custa US$ 11. MUITO acessível para um dos países mais caros do mundo...

Onde: Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice and Noodle 香港油雞飯麵
Blk 335, Smith Street #02-126, Chinatown Food Complex, Singapore 050335

 

5. Vietnã (Mrs. Pho)

Eu me apaixonei pela culinária vietnamita após diversas idas e vindas ao país.

Impossível ficar entediado, tamanha a diversidade de temperos, ervas e especiarias frescas.

Além dos ingredientes comuns (vinagre, pimenta, limão) a culinária vietnamita também usa anis, capim-limão, hortelã, coentro e uma seleção incrível de molhos, que variam de região para região.

Não deixe de provar o Pho' com o beef australiano. Tão fresco e aromático quanto no Vietnã!

 Pho Vietnamita. Foto:  Daniel Ang

Pho Vietnamita. Foto: Daniel Ang

Ps. O único porém é o nível de inglês (péssimo) e o desconforto das mesas minúsculas. A "educação" também não reflete aquela dos países ocidentais.

Se você não for do tipo muito fresco não terá problemas. Assim você já vai treinando para a sua ida ao Vietnã ha ha...

Onde: Mrs.Pho, 349 Beach Rd, Singapore 199570 

 

6. Tailândia (Nakhon Kitchen)

Outro restaurante aonde vamos exclusivamente pela comida! Esqueça o conforto, o serviço, as boas maneiras "ocidentais" ha ha...  

Aliás, como regra geral na Ásia, não espere que seus pratos cheguem ao mesmo tempo ou em qualquer ordem lógica.

Se a garçonete perguntar se você prefere receber a sobremesa "depois", comemore! Você está no seu dia de sorte... 😂

Em Singapura, se você quiser ser recebido de maneira ocidental, certamente pagará à mais por isso. Entender o aspecto cultural de onde você está é muito importante.

Essa rede tem algumas unidades espalhadas em Singa, nós preferimos a de Holland Village.  

 Frango com manjeiricão, meu preferido. Foto:  MissTamChiak

Frango com manjeiricão, meu preferido. Foto: MissTamChiak

Especialidades: Thai Mango Salad, Tom Yum Soup, Chicken Basil (meu preferido) e a maravilhosa sobremesa Mango Sticky Rice (super fiéis aos encontrados na Tailândia).

Esse restaurante é incrivelmente barato. Os pratos saem por menos de 4US$ e a porção extra de arroz por menos de 1US$!

Alerta pimenta: Sempre pergunte se o prato é apimentado (qualquer item) e peça para descer um pouco a intensidade se você não for acostumado.

Onde: Nakhon Kitchen, 27A Lorong Liput, Holland Village, Singapore 277738

 

7. Japão (Sanpoutei Ramen)

Para aquele pessoalzinho que sabe que o Japão não é só sushi, recomendamos esse ramem mará! O diferencial deles é a reprodução da autêntica cozinha da Niigata (norte de Tóquio). 

Recomendado por alguns como o melhor ramem de Singapura, com certeza ele nunca desaponta. Nossos preferidos são os spicy ramen bowls (atenção ao nível de pimenta!!) ... principalmente o Nikumori (abaixo).

O serviço também é nota 10, e o precinho bem camarada!

 Nikumori Spicy ramen. Foto:  Sanpoutei

Nikumori Spicy ramen. Foto: Sanpoutei

Existem vários endereços na cidade (como sempre acontece quando o restaurante começa a fazer sucesso)...

Onde: Sanpoutei253 Holland Ave, Singapore 278982

 

8. China (Si Wei Mao Cai)

Um dos restaurantes pioneiros de Sichuan em Singapura, o Si Wei Mao Cai,  introduziu a cidade-leão ao mundo dos pratos ensopados de Sichuan (Mao Cai).

A maioria deles consiste de vegetais, ramem, carnes e peixes escaldados em caldos aromáticos e diabolicamente picantes!

Alerta: vários amigos não conseguiram comer as iguarias, portanto se vocé é muito sensível, não vá à esse restaurante.

Na cozinha típica de Sichuan, os pratos são muito apimentados, ponto final.

Esqueça de pedir "menos picante" pois nesse restaurante os chineses quase não falam inglês (exatamente como na China) 😅...

Onde: Si Wei Mao Cai (思味冒菜), 33 Mosque Street, Singapore 059511

 

Bônus

 Típica salada de ano-novo chinês. Photo Credit:   NikkiChua

Típica salada de ano-novo chinês. Photo Credit: NikkiChua

Se você estiver visitando Singa na época do ano novo chinês (geralmente Fevereiro), não deixe de experimentar a Prosperity Salmon Yu Sheng 发财鱼生 no Din Tai Fung (recomendação número 3).

Outros lugares indicados: Wan Hao Chinese Restaurant, Singapore Marriott Tang Plaza Hotel, KUVO Singapore, Emporium Shokuhin ou Sufood... 

Poderá custar mais do que os 5-15 US$ propostos nesse artigo, mas te dará a oportunidade de experimentar algo bem tradicional.

Peça à garçonete te explicar como remexer bem a salada (jogando tudo pra cima) para aumentar sua sorte.

A superstição local considera essa a comida mais "auspiciosa" do começo do calendário lunar! 

Para outras opções de salada Yu Sheng, veja o artigo do WhereToEat.

 

Para salvar o Pin no Pinterest, passe o mouse sobre a imagem abaixo:

Comer em Singapura.png

Para receber mais dicas, assine:

Gostou do post? Compartilhe nos botões abaixo: