6 Templos Imperdíveis em Bagan
 Templos imperdíveis de Bagan. Por onde começar?

Templos imperdíveis de Bagan. Por onde começar?

No verão de 2016 viajamos pela primeira vez à ex-Birmânia, e apesar de havermos estado inúmeras vezes na Tailândia, e uma só vez na Índia, o Myanmar, país que faz fronteira entre os dois países transcendeu todas as nossas expectativas.

Antes que você comece a ler sobre os templos imperdíveis de Bagan, temos a dizer que a maior diversão desse lugar é justamente se perder para poder encontrar templos completamente desconhecidos, que nem os locais sabem o nome.  

O paradoxo consiste à encontrar um equilíbrio, sem deixar de visitar os templos "must see"!

Se esta é a sua primeira vez no Myanmar, e você já está perdido agora, e só quer saber:

  • Quantos dias ficar em Bagan

  • Onde ficar em Bagan

  • O que comer, como chegar na cidade

Aconselho ler: O que fazer em Bagan

 Templos de Bagan, Myanmar. Foto: David Mattatia

Templos de Bagan, Myanmar. Foto: David Mattatia

Os Melhores Templos de Bagan

Quais seriam os critérios para escolher os melhores templos em Bagan?  

Seria a importância histórica, o estado de conservação, a beleza dos detalhes... ?

Enfim, cada louco com a sua viagem, e com certeza todo blog que você acessar vai te convencer de seus próprios  "templos imperdíveis" baseados em critérios puramente subjetivos. 

Sem querer escrever aqui um tratado de arqueologia, decidi incluir os templos de maior importância histórica ou religiosa, portanto vale a pena dar uma lida antes de sair correndo por lá com o seu pau de selfie.

 Monge em Bagan. Foto: David Mattatia

Monge em Bagan. Foto: David Mattatia

1. Ananda pagoda

A lenda sobre Ananda mais parece uma viagem alucinatória coletiva:

No final do século XI, oito monges do norte da Índia visitaram Bagan e foram recebidos pelo rei Kyanzittha. Os monges induziram o rei à uma visão sobre um templo em meio as montanhas do Himalaia. 

O rei, empolgado, decidiu construir um templo branquinho como a neve (gente, o que será que eles tomaram?)... 

A lenda conta que quando o templo foi terminado, o rei mandou executar os arquitetos, para ter certeza de eles nunca mais construiriam nada parecido. 

 Lateral do Ananda temple, Bagan. David Mattatia

Lateral do Ananda temple, Bagan. David Mattatia

Porque o Ananda é importante?

O templo tem estilo arquitetônico único em Bagan. A nave, em formato de cruz, tem corredores que desembocam nas quatro direções cardeais.

Quatro Budas de madeira (dourada) de 9,5m de altura guardam as entradas. Oitenta relevos de arenito representam cenas de 2.500 anos atrás.

O templo é bem ventilado, agradável e iluminado: existe ar fresco circule no Templo, apesar da enxurrada diária de turistas.

Ananda está localizado à Sudeste do portão Tharabhar, o único ainda de pé (eram 12 antigamente).

  • Datado de 1090 - 1105 D.C, reinado de Kyanzittha

  • Estilo fusion: Mon (província de Bagan) e Norte da Índia

2. Dhammayangyi Temple

Chamado de "o templo maldito" e considerado mal-assombrado pelos locais.

A história do Dhammayangyi começou mal: 

O tirano Narathu subiu ao trono após matar seu pai Alaungsithu. Durante seu reinado ele tentou evitar o bad karma construindo o templo mais alto de Bagan.

Para isso, era necessário que Dhammayangyi fosse ainda mais alto do que o templo mais alto (Ananda).

Conta a lenda que ele ordenou aos pedreiros que os tijolos fossem colocados tão justos que se ele conseguisse passar uma agulha entre eles, os pedreiro seriam executados.

Depois de tanta tiranice, o rei teve um ataque de fúria e acabou assassinando a própria esposa, a rainha.

Logo em seguida o rei foi morto pelo sogro, indignado. 

O reinado de Narathu durou apenas 4 anos. O templo ficou inacabado, exatamente como se encontra hoje...

 Dhammayangy, o templo mal-assombrado. Foto: David Mattatia

Dhammayangy, o templo mal-assombrado. Foto: David Mattatia

Porque o Dhammayangyi é importante?

Dhammayangyi é o templo mais colossal de Bagan. Massivo, lembra quase uma pirâmide do Egito. 

Nenhuma decoração existe no templo, que hoje é habitado por colônias de morcegos.

Alguns locais se recusam à entrar no recinto, por medo dos maus espíritos. 

  • Datado de 1.167 and 1.171 D.C, reinado de Narathu

  • Estilo: Bagan período tardio

3. Shwesandaw Temple

Conhecido pelos turistas como "o templo do pôr do sol" por causa do seu grande terraço, teve o acesso proibido, depois liberado, depois proibido... enfim. 

O Shwesandaw é uma estrutura simétrica formada por cinco terraços quadrados, pintados de branco.

Apresenta uma estupa dourada em formato de sino.

Está entre os pagodes mais altos de Bagan. As subidas íngremes e estreitas dos degraus (dos quatro lados) levam à base da estupa, de onde os visitantes têm uma vista sensacional de Bagan.

 Shwesandaw, o templo "protetor dos turistas". Foto: David Mattatia

Shwesandaw, o templo "protetor dos turistas". Foto: David Mattatia

Porque o Shwesandaw é importante?

O Shwesandaw foi construído em 1057 pelo rei Anawrahta, unificador do reino de Bagan.

Anawrahta queria promover o budismo em seu império, portanto ele foi o iniciador da toda a onda de construção de templos.

Curiosamente, os cantos dos cinco terraços do pagode estão enfeitados com estátuas de Ganesh, o deus Hindu com a cabeça de elefante. 

Diversas divindades Hindus eram adoradas em Bagan antes da chegada do budismo.

A estupa é coberta com dourado em várias camadas, a torre ostenta o guarda-chuva cerimonial (hti) encontrado em muitos templos birmaneses. 

  • Datado de 1.057 D.C, reinado de Anawrahta

  • Estilo: Bagan período inicial

4. Shwezigon Temple

A semelhança de Shwezigon com Shwedagon (Yangon) não é mera coincidência.

Iniciado pelo grande rei fundador de Bagan (Anawrahta) e completado pelo sucessor Kyansittha, o projeto foi inspirado em Shwedagon, seu primo do Sul. 

 Shwezigon, o primo do Shwedagon.  Wikimedia common

Shwezigon, o primo do Shwedagon. Wikimedia common

Porque o Shwezigon é importante?

O Shwezigon é um grande centro de adoração dos nats (espíritos malignos). 

Uma pequena construção abriga imagens representando os 37 nats do Myanmar, onde os locais podem pedir proteção ou fazer súplicas.

Para saber mais sobre os nats, leia: Monte Popa

Em torno de uma imensa torre dourada de 48 metros, você encontrará uma série de  pavilhões.

Um deles guarda um dente, e também um osso de Buda Gautama.

  • Datado de 1.090 D.C, reinado de Anawrahta

  • Estilo: Bagan período inicial

5. Htilominlo Temple

O templo foi construído por um rei escolhido por meio de uma cerimônia curiosa: um guarda chuva foi lançado, e acabou apontando para o caçula dos 5 filhos do rei Sithu II.

O sortudo foi o príncipe chamado então de Htilominlo.

O nome do Rei e do Templo refletem o evento : hti (guarda-chuva), min (rei) e lo (desejo) escrito juntos significam "o rei escolhido pelo guarda-chuva".

Ao redor do templo existe um mercado que vende roupas, arte e souvenirs. 

 Htilominlo, o simpático templo do rei guarda-chuva. Foto: David Mattatia

Htilominlo, o simpático templo do rei guarda-chuva. Foto: David Mattatia

Porque o Htilominlo é importante?

Apesar de não ser um dos maiores, o templo está certamente entre um dos mais lindos. 

Seu pináculo tem 45 metros de altura, enquanto cada um dos quatro lados se orienta para as direções cardeais (só para não perder o costume).

Tijolinhos expostos compõem a maior parte da estrutura, e quase não há cimento.

O interior do templo contém quatro imagens de Buda, apontando para cada uma das direções cardeais.

As câmaras são conectadas por corredores e afrescos representando a vida e os tempos de Buda, no melhor estilo birmanês. 

  • Datado de 1.218 D.C, reinado de Htilominlo

  • Estilo: Bagan período tardio

6. Thatbyinnyu Temple

Impossível passar por Bagan sem notar o Thatbyinnyu temple.

O pagode majestoso eleva-se acima dos outros e é visível de qualquer parte de Bagan.

Estátuas de espíritos Nats também podem ser encontradas no templo.

 Thatbyinnyu, o templo mais vistoso de Bagan. Foto: Patti Neves

Thatbyinnyu, o templo mais vistoso de Bagan. Foto: Patti Neves

Porque o Thatbyinnyu é importante?

Depois dos pagodes de um só andar construídos durante o período inicial (como o pagode de Shwezigon), o Thatbyinnyu é uma das primeiras estruturas de dois andares construídas em Bagan.

Todos os quatro lados têm um hall de entrada mas o pórtico leste (a entrada principal) é mais comprido que os outros três, quebrando a simetria.

Os corredores consagram um grande número de imagens da vida de Buda pelas paredes.

O templo foi seriamente danificado durante o terremoto de 1975 mas foi restaurado.

Os terraços do Thatbyinnyu estão fechados ao público para evitar erosão.

  • Datado de 1.144 D.C, reinado de Alaungsithu

  • Estilo: Bagan período médio

 Templos desconhecidos em Bagan. Foto: Patti Neves

Templos desconhecidos em Bagan. Foto: Patti Neves

Por fim é importante saber que são milhares os templos em Bagan e fica realmente complicado de visitar todos (se não impossível)!

Por isso esperamos que a listinha com algumas prioridades, ajude um pouquinho... 😅

Há controvérsias sobre o número exato de templos, pagodes e estupas em Bagan, e estima-se entre 2.000 e 3.000, dependendo das diferentes classificações.

Além de que a paisagem na área está sempre se modificando por causa dos terremotos constantes e restaurações.

 Pôr do sol nos templos de Bagan. Foto: David Mattatia

Pôr do sol nos templos de Bagan. Foto: David Mattatia

Dress Code

Na foto acima estou com os braços descobertos.

Saiba que o marido "fotógrafo" estava segurando minha mega écharpe que eu levava cobrir os ombros, já que o acesso dentro de alguns templos (ex. Ananda) é restrito.

Uma boa idéia é sempre ter uma canga ou pareô na bolsa.

Imperativo também cobrir as pernas, principalmente acima dos joelhos. Calças ou saias de algodão (como essa da foto) são facílimas de se encontrar no Myanmar e custam apenas 5 US$.

Uma mão na roda se você estiver vindo de outros países e não tiver nada adequado para vestir!

No mais, você poderá ler sobre os detalhes sobre transporte (incluindo passeios de balão), comídas típicas e alojamento em Bagan no artigo:

O que fazer em Bagan  

Se você está indo pela primeira vez ao Myanmar (ou está indo só) e gostaria de encontrar outros viajantes na área, junte-se ao nosso grupo Facebook Viajantes no Sudeste Asiático.  Eu mesma administro o grupo que conta com vários moradores da região além de nômades digitais e mochileiros de passagem.

Espero que tenham gostado do post, e qualquer dúvida é só dar um grito nos comentários. 

 

Para salvar o post no Pinterest, passe o mouse sobre a imagem abaixo e clique no Pin:

 Os melhores templos de Bagan, Myanamar

Os melhores templos de Bagan, Myanamar

Está curtindo nosso blog? 

Não deixe de assinar:

Outros Passeios:

Hotéis em promoção: 

Booking.com