Estudar Francês em Paris, de Graça!
estudar-frances-em-paris.jpg

Você leu corretamente: é possível estudar francês em Paris, de graça. Eu sou a prova viva disso, pois eu FIZ esse curso! 😎

Muitas pessoas não sabem, mas a prefeitura de Paris oferece cursos de francês gratuitos para estrangeiros. E estudar francês é uma prioridade para quem pensa em fazer Faculdade, Pós ou talvez um MBA por lá.

Tive a oportunidade de fazer minha pós-graduação na França, mais precisamente na École Vétérinaire d'Alfort, berço da veterinária mundial, juntamente com a escola de Lyon!

Mas isso não caiu do céu por que eu era ryca, filhinha de papai, nem parente de nenhum político. Na verdade, o primeiro ano em que me candidatei à prova em Alfort, fui sumariamente REPROVADA!

Eu havia estudado francês no Brasil, mas meus conhecimentos da língua foram julgados insatisfatórios logo na primeira entrevista.

A solução foi criar uma oportunidade para continuar na França, e estudar francês em Paris foi a forma mais rápida e eficiente que encontrei para conseguir meus objetivos.

Como os cursos da Sorbonne ou a Aliança Francesa custavam mais do que as minhas economias na época, não pensei duas vezes e me inscrevi no curso da prefeitura (Cours municipaux d'adultes de la Ville de Paris), mais conhecido como CMA!

 Estudar francês em Paris. Foto: Patti Neves

Estudar francês em Paris. Foto: Patti Neves

Estudar francês em Paris (de graça)

Primeiro Passo

Obviamente, o primeiro passo para estudar francês em Paris é morar em Paris (ou se mudar para lá)!

Para se beneficiar do programa do CMA, você deverá ser capaz de comparecer às aulas 3x por semana. 

O curso é intenso, e tem duração de 1 ano.

Certifique-se que você tem permissão legal para permanecer na França! 

Quem tem passaporte europeu não precisa se preocupar, mas se teu passaporte for brasileiro, você vai precisar de um visto de estudante.

Você poderá consultar o site da embaixada da França no Brasil para maiores detalhes.

É obrigatório preencher o teu cadastro no site da CampusFrance:

Veja aqui como solicitar seu visto de estudante.

No entanto se o seu visto de estudante não for aprovado, você poderá tentar o novo visto em vigor:

Programa de férias - trabalho entre o Brasil e a França

Tenha em mente que todas as informações necessárias à respeito do visto devem ser esclarecidas diretamente nas embaixadas, consulados e links oficiais.

Nenhum outro site (incluindo este blog) poderá se responsabilizar sobre a forma como você interpreta a oportunidade que estamos apresentando.

Segundo Passo

Consulte o site da CMA de Paris.

A prefeitura oferece vários níveis para o curso de francês, do iniciante A1 até o avançado C1.

Você poderá fazer um teste para descobrir teu nível inicial.

As aulas acontecem 2 ou 3 vezes por semana em escolas municipais - e você poderá escolher o horário (durante o dia ou à noite, após horários de trabalho).

As turmas (normalmente) são formadas por 20 a 25 alunos e a vibe é internacional, com gente do mundo todo.

Os asiáticos e africanos somam em grande número, mas na minha turma existia também um bom número de sul-americanos.

Como muitos sabem, o governo da França faz um esforço tremendo para integrar novos imigrantes no país.

Terceiro Passo

Tudo o que você tem a fazer:

Se inscrever online, diretamente no site da CMA! 

Em francês: Comment s'inscrire aux CMA?

Em inglês: How to register for the course?  

As inscrições ainda estão abertas para as próximas turmas! 

 Fonte: Site da CMA

Fonte: Site da CMA

Segundo o CMA, para a próxima turma, de 22 de Agosto à 10 de Setembro 2018 (até meia noite) você ainda pode se inscrever!

Obs. as pessoas que tem dificuldade com o francês básico e desejam fazer um teste de nível, é só comparecer diretamente em qualquer um dos endereços abaixo (até o dia 7 de Setembro 2018):

  • Belleville : 77 Bd de Belleville, Paris 11è – Métro : Belleville 9h à 18h (ligne 2 et 11)

  • Alésia : 132 rue d’Alésia, Paris 14è – Métro : Alésia 9h à 18h (ligne 4)

Os cursos de francês da mairie (prefeitura) são gratuitos, mas existe uma taxa de inscrição de 170 €.

Corra, e repasse a informação aos amigos que já estão em Paris. Se você perder essa rodada, salve o site e fique de olho pois existem vagas todos os anos!

Outras dicas para quem quer estudar na França:

Muitas pessoas que moram no Brasil ouviram dizer que estudar francês é muito difícil ou que ser aceito em universidades no exterior é quase impossível.

A realidade é diferente, tenha em mente que a maioria das pessoas que dizem isso, nunca tentaram estudar fora.

1. Não desanime se você já tiver sido reprovado para alguma universidade. Aconteceu comigo e eu sobrevivi. Aliás acabei estudando em Paris por 5 anos. E ainda saí de lá diretamente com um emprego no Canadá!

2. Segundo o site da AmbaFrance, o nível linguístico requerido para cursar estudos superiores na França varia segundo as universidades. Normalmente, o nível “intermediário-avançado”, correspondente ao B1-B2, é considerado suficiente.

3. Se o seu visto de estudante for reprovado, e por alguma razão você não conseguir entrar no programa de férias-trabalho, você poderá fazer um curso mais curto, de duração de menos de 3 meses (tempo máximo de visto turista para cidadãos brasileiros).

Nesse caso a dica é tentar um dos vários cursos de civilização francesa da Sorbonne, a mais tradicional universidade francesa.

Spoiler: o curso da Sorbonne está longe de ser gratuito! O curso de 2 meses (150 h) sai por 1800€.

 E macarons gratuitos? Onde tem?

E macarons gratuitos? Onde tem?

Francês para cursar universidade na França:

Segundo a agência governamental Campus France, responsável pela promoção do ensino superior francês, a França é o terceiro país mais procurado por estudantes que desejam estudar no exterior.

Em 2015, três mil e setecentos brasileiros obtiveram um visto de estudante, sendo que para estudos de até três meses de duração, esse documento não é necessário.

A excelência do ensino superior francês é amplamente reconhecida no mundo segundo mostram as principais classificações internacionais, como as de Shangai, do Financial Times ou o European Report on Science & Technologies da Comissão europeia.

A França é o sexto país que mais investe massivamente em pesquisa e desenvolvimento, e gasta 20% de seu orçamento na educação.


Se você achou esse post útil, poderia compartilhá-lo?

Eu sei que a maioria das pessoas não compartilha porque acha que a sua "minúscula" participação, não vai fazer diferença.

O triste é que todo mundo pensa igual, e como resultado, boas informações acabam NÃO sendo distribuídas na net.

A verdade é que trabalhamos horas a fio, pesquisando, escrevendo, editando fotos, para dividir com vocês, gratuitamente, as nossas experiências mais preciosas.

Então muito obrigado pelo seu apoio, querido leitor 😎

Algumas sugestões:

como estudar frances em Paris .png

Pine!

Eu até fiz até esse lindo pin para você colocar no Pinterest!

Ou:

  • Compartilhe no Facebook

  • Compartilhe no Twitter

  • Mande por Email à seus melhores amigos!

Não vai te tomar mais de 10 segundos do seu tempo... 

Qualquer boa ação da tua parte, ajudaria muito com o crescimento do blog!

Os botões de compartilhamento estão bem aqui (abaixo) ⬇️