Roteiro: Hong Kong Instagramável
 Hong Kong. Foto: IakovKalinin/Getty Images

Hong Kong. Foto: IakovKalinin/Getty Images

Roteiro: Hong Kong

Instagramável

Afinal, Hong Kong, o que visitar? Qual seria seu melhor roteiro?

Se a cidade pudesse falar, com certeza mostraria sua mais bela face…

Neste itinerário você encontrará os picos para fazer as melhores fotos, afinal, postar no Instagram é só uma ótima desculpa para conhecer lugares incríveis.

Spoiler: nesse roteiro você encontrará também alguns clichês, afinal em todo destino existem os básicos incontornáveis.

E se você estiver a fim de fazer um programa mais alternativo, não deixe de ler:

Hong Kong: roteiro lado B

1. Victoria Peak

Com 552 m de altitude, é o ponto mais alto da ilha. 

Além de ser a maior atração de Hong Kong, Victoria Peak também representa o clímax do mercado imobiliário. As propriedades mais caras do mundo se encontram por lá (simples assim). 

E realmente, a vista sobre Central HK, Victoria Harbour e Lamma island são impagáveis.

 O Victória peak não poderia ficar de fora de nenhum Roteiro de Hong Kong, concordam?

2. Tian Tan Buddha, Ngong Ping

Dizem que a estátua pode ser vista até de Macau (China) em um dia claro. 

Também conhecida como Big Buddha, representa Buddha Shakyamuni. 

A estátua de bronze situa-se perto do mosteiro de Po Lin e simboliza o relacionamento harmonioso entre homem, a natureza, as pessoas e a fé.

Tian Tan Buddha tem 34 metros de altura e pesa mais de 250 toneladas.

O monumento fica meio fora de mão, mas seria uma pena deixar fora do itinerário!

3. Graham Street Graffiti, Sheung Wan

Sheug wan, Central Hong Kong e SoHo são os lugares para fotografar arte urbana em Hong Kong.

Graham abriga o mais famoso mural, mas nesse meio tempo dezenas de novos grafites são produzidos a cada ano por conta do festival HK Walls. Esse projeto visa embelezar ruas decadentes da cidade, trazendo vários artistas para ocupar os muros, e como consequência, trazer vida para quarteirões que andavam esquecidos.

Leia Mais: Hong Kong Roteiro Alternativo

4. Quarry Bay

Muito popular entre fotógrafos e amantes de arquitetura há tempos, o Quarry Barry faz parte hoje dos endereços incontornáveis da ilha.

Apesar de não entrar nos roteiros de Hong Kong tradicionais, é uma atração das mais populares do momento! Depois do lançamento do filme Transformers 4, e da insta-popularização, o endereço caiu nas graças do público, se tornando cada vez mais conhecido.

O complexo é composto por cinco prédios conectados: Montane Mansion, Yick Cheong Building, Yick Fat Building, Oceanic Mansion and Fook Cheong Building.

A post shared by TOM JAUNCEY (@tomjauncey) on

Lembre-se que esta é uma área residencial privada. Pessoas moram nesses apartamentos e você é um estranho no pátio… 

Para os desorientados, fica a dica: a estação de metro mais próxima é a Quarry Bay MRT, saída A.

O endereço correto do Montane Mansion no Google Maps é 1028 King’s Rd, Quarry Bay. 

5.  Choi Hung Estate

Choi Hung Estate é uma habitação pública em Hong Kong construída em 1964.

O governo de Hong Kong fornece esse tipo de alojamento subsidiado para os residentes de baixa renda. 

Para chegar até lá pegue o MTR para a estação Choi Hung na linha Kwun Tong e em seguida as saídas C3 ou C4. O Google Maps irá levá-lo ao centro de Choi Hung, que é na verdade um complexo de apartamentos com 11 ou mais edifícios.

A post shared by SANDRA (@zcwind) on

Uma vez lá, pergunte a alguém como chegar até a famosa quadra de basquete.

6. Star Ferry

Se você tivesse que pegar o Star Ferry uma vez só na vida, seria melhor fazer do lado de Tsim Sha Tsui, Kowloon, em direção à Ilha de Hong Kong.

Se você chegar lá em torno das 8h da noite terá a magnífica vista dos arranha-céus de Central HK e Wanchai.

Com sorte você também pega o show de luz chamado "The Symphony of Lights"  programa melhor apreciado do barco.

7. Flower Market Street at Mong Kok

O mercado de flores de Hong Kong é uma selva de flores exóticas e aromas que vale a pena visitar. As flores e plantas mais populares são as chamadas auspiciosas, ou seja, as que trazem boa sorte e fortuna.

O lugar fica apinhado de gente no início do Ano Novo Chinês (Fevereiro), quando todas as famílias estão preocupadas em selecionar cuidadosamente a vegetação que trará as melhores energias na entrada do novo ciclo lunar.

8. Lai Tak Tsuen (ribcage)

Lai Tak Tsuen é o melhor edifício residencial público em HK. Com mais de 2.000 apartamentos, foi construído em 1975 e foi o segundo projeto de aluguel autofinanciado da Hong Kong Housing Society, que visava fornecer moradia a pessoas de baixa renda.

O hype ao redor do prédio começou quando alguns fotógrafos o descobriram, logo o chamando de caixa torácica. As imagens online do the ribcage impressionam.

Nesse condomínio a segurança é bem ativa, e se você não tiver a senha, vai precisar de malabarismos para conseguir entrar, como por exemplo, seguir os moradores.

Vá por sua conta e risco.

A post shared by Ta Cheng (@ritachengrita) on

9. Temple Street, Yau Ma Tei

Temple Street é uma rua localizada nas áreas da Jordan e Yau Ma Tei em Kowloon, Hong Kong.

É conhecida por seu mercado noturno e também por ser o mercado de pulgas mais movimentados da região.

Para chegar lá use a estação MTR Yau Ma Tei, saída C e vire a Temple Street em Man Ming Lane. 

10. Qualquer rua da cidade. 

Precisa de um roteiro em Hong Kong?

C’mon! Hong Kong é o paraíso dos fotógrafos amadores e instagrammers do planeta.

Saia do seu hotel, vá para qualquer rua, e pronto. Não se esqueça de mandar o shot para nós.  Have fun!

Para mais dicas do que visitar em Hong Kong, não esqueça de conferir Hong Kong, lado B!

A post shared by F O T I N I (@fotiniefs) on

Para salvar este artigo no Pinterest, clique no Pin da imagem abaixo:

Hong Kong roteiro.png

Ou para receber mais dicas como essa:

Promoções:

Alguns links neste post são links afiliados.

Isso significa que se comprar algo no blog, eu ganho uma pequena comissão, sem nenhum custo extra para você!

  Seu apoio me ajuda a manter o site funcionando!

♡ 

Gostou das dicas? 

Compartilhe!